Paralisia

Você vem para morrer, mas acaba renascendo. Como o caos percorrendo em suas veias como carros em alta velocidade às três da manhã em uma avenida metropolitana deserta. Você não teme o mar, mas não se arrisca na profundidade e antes de mergulhar sempre se lembra das baleias cansadas e velhas que se suicidam…

Era um texto vivo na minha mente enquanto o parabrisa batia canto a canto de um vidro embassado. Era tanta água que eu nem sabia a onde ela vinha, de cima, de baixo ou de dentro de mim. Sim. Havia água daindo de dentro de mim. Água Viva. Me lembra Clarice e me sorria a alegria de ir embora. Alegria de estar voltando de algo que não queria partir ou deixar. De algo que não queria que desse errado… era alguém dentro de alguma situação sempre e fora de mim, até que algo me obrigou a parar.

Anúncios

~ por Água para Plantas em julho 12, 2018.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

 
%d blogueiros gostam disto: