Oração a Minha Senhora

 

Ó Minhya Senhora…

Mulher que me tirou da terra

Vem depressa e me tira o ar

Me eleva e me joga fora de órbita

A viajar em um outro sistema Solar

 

Tire a calma do nosso amor…

Tire a calma de nossa insônia

E saiba que te espero ainda

De outras eras

Pra outras vindas

De onde eras

Em outras eras

Verde. Calma como a brisa

Era tu a me acalmar

Mas agora lhe suplico

Calma

Teu rosto não sai do meu

Assim tão fácil…

 

Mulher que me tirou tudo

Antes, me tirou o mundo

 

 

Mulher que me invade

Como um corpo estranho

Que há muito conhecia

E por meu tomava

Agora

Lhe digo calma

Não é propícia a hora

De chutar a todos por nós

Nós seremos tolos se fizermos isso

Porque tudo será perfeito em nossa volta

Como o formato da doce escadinha dessa prosa

 

Anúncios

~ por Água para Plantas em agosto 26, 2011.

 
%d blogueiros gostam disto: